Mãe encontra no Pelci chance de seu filho realizar sonho de ser atleta profissional

Moradora do Rio Preto da Eva, na região metropolitana de Manaus, Sebastiana Napoles trouxe o filho Isaias Napoles para Manaus atrás de realizar o sonho de jovem de se tornar profissional de jiu-jitsu

A Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), vem trabalhando no Projeto Esporte e Lazer na Capital e Interior (Pelci) formas de aprimorar o esporte de base visando o alto rendimento. A mãe de um dos alunos do projeto, Sebastiana Napoles, tratou de largar sua vida em Rio Preto da Eva, onde morava há 14 anos, para que o filho fosse matriculado no Pelci em busca de se tornar um atleta profissional de jiu-jitsu.

Há um mês morando em Manaus, a mãe conta com orgulho o quanto o projeto tem mudado a vida de Isaias Napoles, de 14 anos.

“Com sete anos meu filho começou a praticar jiu-jitsu em uma academia no Rio Preto da Eva, mas a academia fechou e eu fiquei sem condições de matricular ele em outro local que fosse próximo de casa. Quando fiquei sabendo que ia ter um projeto esportivo em Manaus, eu fui atrás de informações para matricular meu filho e há um mês o Pelci tem mudado nossas vidas”, comenta Sebastiana Napoles.

“Ficamos felizes de receber o Isaias no nosso projeto, com certeza ele será mais um atleta que vai se destacar no alto rendimento. O principal objetivo do Pelci é valorizar as potencialidades desses jovens através do esporte e estaremos sempre incentivando para que surjam mais atletas como ele, dedicados e que buscam realizar seus sonhos”, destacou o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

Superação, garra e dedicação marcam a história do jovem que busca ser um atleta profissional. Hoje, com 14 anos, Isaias é aluno do Pelci, no núcleo Arena Amadeu Teixeira, e recebe treinos nas terças e quintas; na segunda, quarta e sexta, o atleta mirim também pratica aulas na academia Norte Gold Team (NGT), para ele o Pelci é a ponte para a realização do seu maior sonho.

“Quando minha mãe me matriculou no Pelci, eu fiquei muito feliz Tivemos que abrir mão da nossa vida no Rio Preto e estamos reconstruindo tudo aqui, mas eu tenho certeza que vai valer a pena todo esse esforço, meu sonho é ser um atleta profissional de jiu-jitsu”, comentou Isaias.

Atualmente o projeto esportivo conta com 8 núcleos na capital amazonense, além do polo Manaus, três polos foram lançados em São Gabriel da Cachoeira, Tabatinga e Humaitá. Com objetivo de ampliar e desenvolver atividades esportivas na capital e interior, o Pelci conta com coordenadores, professores e monitores qualificados que atendem os jovens em seus núcleos.

Isaias ressalta a importância do apoio que o Pelci vem lhe proporcionando, mesmo com pouco tempo na cidade o atleta destaca o quanto o incentivo dos professores está sendo fundamental para seu desempenho no jiu-jitsu. “Desde a primeira aula que tive me senti acolhido pelos professores e a cada treino vou melhorando cada vez mais. O apoio dos professores para mim faz toda diferença, porque sei que através dessas aulas, aos poucos vou conquistando meu sonho ”, comentou Isaias.

Fotos: Rudson Munique/Faar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.