Notícias daqui!

Informações do Amazonas e do Mundo!

Batucada finaliza ensaio das toadas 2023 e começa a se preparar para apresentações na arena do Bumbódromo

Batucada, item três do Festival Folclórico de Parintins, do lado do Bumbá Garantido (Caprichoso tem a Marujada de Guerra) é formada por 310 ritmistas, sendo 60 de Manaus e 250 de Parintins

O núcleo de Manaus da Batucada do Boi Garantido já está na fase de aperfeiçoamento dos arranjos musicais das toadas 2023. A semana terminou com todas as 14 composições do Álbum Garantido Pra Toda Vida passadas por completo. Agora, as semanas que antecedem o 56º Festival Folclórico de Parintins serão destinadas aos ensaios dos detalhes a serem apresentados dentro do Bumbódromo de Parintins.

As últimas toadas passadas nesta semana foram “Perfume da Cidade” (Cezar Moraes, Camila Monteverde, Márcio Rezende, Ulisses Rodrigues e Marcos Dutam), “Clamores da Terra” (Ronaldo Barbosa Jr) e “A turma de fé” (Cesão Carvalho, Djane Sena, Robson Roberto, Moisés Amazonas e Alcides Aquino) completando 14 toadas ensaiadas.

“Agora, a gente vai começar a ajustar pra arena (do Bumbódromo). Porque, primeiro a gente passa as músicas novas pra todo mundo ficar conhecendo como elas são e depois vem o ajuste pra arena que é o que a gente vai fazer no festival. Aí vão ter vários ajustes, algumas mudanças a mais do que tá gravado no álbum”, disse o coordenador musical do núcleo da Batucada em Manaus, Francisnaldo Pinheiro.

Ida a Parintins

Em Parintins, a Batucada também já finalizou a fase de aprendizado das novas toadas e, agora, já prepara os arranjos posteriores. Na capital, o grupo é formado por cerca de 110 batuqueiros, em média, que estão se apresentando, principalmente, nos Currais do Garantido, realizados no sambódromo, e nos ensaios no Almirante Hall. Para compor o grupo que vai se apresentar no Bumbódromo, irão 60 batuqueiros de Manaus.

O coordenador-geral da Batucada, em Manaus, Clemilton Pinto, explica que esse cronograma faz parte do projeto Batucada 2023.

“Esse projeto se consiste em formar os ritmistas pra arena do Bumbódromo e também trabalharmos as toadas de dois mil e vinte e três. Conforme a nossa Comissão de Arte nos envia, através dos nossos pearas, Marcelo Vilela e Ivonei Sopa. Aqui, o Francisnaldo vai trabalhando junto com os ritmistas os toques das toadas pra que possamos chegar na arena num só corpo. Daqui irão sessenta ritmistas que não se juntar aos duzentos e cinquenta de Parintins. Aí sim, formaremos o time da arena e vamos fazer o melhor, podem aguardar”, afirmou Clemilton.

Clima pra cima

Na Batucada, o clima foi de satisfação e comemoração pela finalização da fase dos ensaios das novas toadas. A Batucada tem um detalhe imprescindível para a boa formação técnica dos batuqueiros. Cada naipe de instrumentos trabalha coletiva e individualmente. A batucada é dividida nos naipes de caixinhas, surdos, palminhas, repiques e rocás. Cada subgrupo tem seus coordenadores o que possibilita trabalhar os arranjos exclusivos por tipo de instrumento.

A banda de ensaio é formada por músicos experientes e, pra quem é do meio artísticos, dispensa apresentações. No violão, Geraldo Brasil segura a batida ritmada das cordas. No teclado, o maestro Valteír é um dos mais respeitados músicos em atuação no Estado. E o vocal, a Batucada tem o privilégio de manter um levantador exclusivo, o Leonardo Castelo.

Este ano, Léo completa 19 anos de Batucada. Ele diz que cantar na Batucada é um sonho realizado.

“É um prazer pra gente, como eu falo sempre por tudo que a gente passou nessa pandemia, por tudo que eu tá aqui por mais um ano, né? Eu comecei a cantar em 1998, rock and roll. Em 2005, eu consegui entrar na batucada e a gente tá aqui até hoje. Aí, é só gratidão porque eu sempre fui muito fã de Davi Assayag, Israel Paulain, Klinger Araújo, de Arlindo Júnior, o Pop da Selva lá do contrário. Mas hoje em dia, tá podendo tá junto, inclusive cantei com o Davi esse ano no Curral do Garantido, foi uma satisfação imensa, né? Aí é só gratidão a Deus”, afirma Leonardo Castelo.

Calendário de ensaios

Na semana que começa, a Batucada vai dobrar o número de ensaios. Serão dois encontros no Almirante Hall, nos dias 11 (quinta-feira) e sexta-feira (12). A grande apresentação será no sábado (13), no 3º Curral do Garantido da temporada, no Sambódromo.

Com informações da Assessoria

Fotos: Arnoldo Santos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *