Governo do Amazonas investe R$ 2 milhões para incentivar projetos esportivos em todo estado

O edital completo, com a lista de documentação, já está disponível e pode ser conferido na pasta de download no site da Faar

O governo do Amazonas, por meio da Fundação Amazonas de Alto Rendimento (Faar), lançou, nesta segunda-feira (18/07), o Edital de Fomento Amazonas Olímpico às Entidades Estaduais de Administração do Desporto (EADs), com recursos no valor de R$ 2 milhões. O incentivo vai beneficiar 20 entidades, com o valor de até R$ 100 mil para cada uma delas. O edital completo, com a lista de documentação, já está disponível e pode ser conferido na pasta de download no site da Faar, com todos os anexos exigidos.

Os projetos credenciados são para atividades esportivas olímpicas, paraolímpicas ou não olímpicas. As entidades terão que apresentar o plano de trabalho que tenha como objetivo incentivar o desporto educacional, de rendimento, de participação ou de formação; que atendam no mínimo 30 atletas ou 10 paratletas. O cronograma deve incluir a prestação de contas e, dentre os critérios, será exigido que as entidades não estejam com irregularidades fiscais, de acordo com o que prevê a Lei Pelé, Lei nº 9.615/1998.

“Agora com o edital lançado, os interessados têm até 30 dias para apresentar um plano de trabalho. Já anunciamos benefícios históricos nas mais diversas áreas do esporte amazonense. Temos o orgulho de poder apresentar um meio de incentivo às entidades federativas, para que a qualidade de projetos básicos de esporte, tanto na capital quanto no interior, possa ganhar mais ânimo”, ressaltou o diretor-presidente da Faar, Jorge Oliveira.

Dentre os requisitos solicitados para este edital, as entidades esportivas devem apresentar projetos voltados para a promoção de atividades e finalidade de relevância pública e social. Somente serão admitidos projetos que possuam dois anos, ou mais, de existência; experiência prévia na realização de projetos; a entidade necessita comprovar ainda instalações, condições materiais e capacidade técnica e operacional para o desenvolvimento das atividades.

O Plano de Trabalho deverá ser entregue no período de 19 de julho a 19 de agosto, das 8h às 14h, no setor de protocolo da Faar. As dúvidas poderão ser sanadas até o dia 2 de agosto, com agendamento prévio. Já o período de análise do projeto acontecerá de 22 a 30 de agosto, com divulgação do resultado definitivo sendo divulgado no site oficial da Faar no dia 9 de setembro. O plano deverá ser executado entre 14 de outubro a 31 de dezembro.

Fotos: Mauro Neto/Faar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.