Procuradores avançam discussões sobre redução de emissões por desmatamento nos estados da Amazônia

Encontro, organizado pela GCF Task Force, reúne em Brasília representantes dos nove estados da Amazônia Brasileira, para trabalhar em estratégias legais de mercado de carbono

 Secretários e procuradores estaduais de Meio Ambiente dos estados da Amazônia, estão reunidos em Brasília, nesta terça-feira (07/06), em evento organizado pela Força-Tarefa dos Governadores para o Clima e Florestas (GCF Task Force), como principal objetivo discutir mecanismos legais para avançar em estratégias de Redd+ (Redução de Emissões por Desmatamento e Degradação Florestal), nos nove estados da região.

O secretário de Estado do Meio Ambiente do Amazonas, Eduardo Taveira, está em Brasília para representar o estado no encontro, explica que atualmente, o trabalho em conjunto, vem sendo realizado, com intuito de dar segurança jurídica aos estados que receberão transações de Redd+.

Redd é um mecanismo projetado para utilizar incentivos de mercado e financeiros, visando a redução das emissões dos gases do efeito estufa oriundos da degradação das florestas e do desmatamento.

De acordo com Eduardo Taveira, a estratégia do GT é entender em que ponto estão as transações de Redd no Brasil e no mundo, e, a partir disso, pensar como os nove estados da Amazônia Brasileira podem buscar financiamento por meio das suas reduções de emissões, com foco na conservação dos recursos naturais. O financiamento já é entendido pelos estados como uma matriz produtiva mais sustentável, de alto desempenho e de alto valor agregado.

“Vale destacar que estamos falando de uma oportunidade de captação de recursos na ordem de bilhões de dólares, mas superar os entraves legais é fundamental para alavancar de fato a economia verde na região”, afirma o secretário Eduardo Taveira.

O evento que acontece na Esplanada dos Ministérios, onde os secretários participam de uma reunião com a Diretora do Departamento de Conservação Florestal e Serviços Ambientais do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Clarisse Fonseca, começou a segunda-feira  e termina nesta terça-feira.

Na pauta, estão temas relacionados às políticas nacionais de Redd+, Pagamento por Serviços Ambientais (PSA), elegibilidade dos estados da Amazônia na Conaredd+ (Comissão Nacional para REDD+) e contratos de Concessão de Direito Real de Uso (CDRU).

Foto: Divulgação/Sema

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.