Banco Central quer responsabilizar instituições financeiras que tenham contas laranjas

Para os bancos, uma forma de diminuir a abertura dessas contas é a checagem de antecedentes. Entretanto, especialista alerta, muitas vezes, os golpistas acabam roubando dados de inocentes

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, pretende responsabilizar os bancos que possuem contas laranjas, ou seja, criadas por golpistas em nome de outras pessoas. O objetivo, segundo ele, é frear o aumento de golpes pelo PIX.

O presidente do BC garante que a autoridade monetária brasileira tem feito o possível para diminuir a quantidade de crimes feitos por meio do PIX, como retenção de operações suspeitas de fraude e limites para transações bancárias no período noturno.

Para os bancos, uma forma de diminuir a abertura dessas contas é a checagem de antecedentes.

“Com o avanço da tecnologia, bancos e contas de pagamento costumam oferecer um processo cada vez mais rápido e digital na abertura de contas. No entanto, é necessário que estas empresas tenham cuidados para minimizar a abertura de contas laranjas”, afirma Marcus Cairrão, CEO da IAUDIT Tecnologia, empresa especializada em ferramentas de checagem.

Para auxiliar os bancos, o especialista recomenda Background Check, um sistema de antecedentes que utiliza Nome e CPF (ou Razão Social e CNPJ) para avaliar informações cadastrais que indicam riscos ao negócio da empresa.

background check auxilia de forma rápida, através da tecnologia de API, e permite que os dados de abertura de conta sejam checados antes de ser utilizada com movimentações bancárias”, garante.

No entanto, Cairrão comenta que, em alguns casos, o “laranja” também pode ser uma vítima dos criminosos.

“Existem diversos golpes e costumam criar mais a cada dia. Alguns acabam roubando dados de inocentes e abrindo contas sem o consentimento da vítima, o que dificulta o trabalho dos bancos e checagens já que os dados da vítima podem não apresentar inconsistências”, explica ele.

Banco Central quer responsabilizar instituições financeiras que tenham contas laranjas

Para os bancos, uma forma de diminuir a abertura dessas contas é a checagem de antecedentes. Entretanto, especialista alerta, muitas vezes, os golpistas acabam roubando dados de inocentes

O presidente do Banco Central, Roberto Campos Neto, pretende responsabilizar os bancos que possuem contas laranjas, ou seja, criadas por golpistas em nome de outras pessoas. O objetivo, segundo ele, é frear o aumento de golpes pelo PIX.

O presidente do BC garante que a autoridade monetária brasileira tem feito o possível para diminuir a quantidade de crimes feitos por meio do PIX, como retenção de operações suspeitas de fraude e limites para transações bancárias no período noturno.

Para os bancos, uma forma de diminuir a abertura dessas contas é a checagem de antecedentes.

“Com o avanço da tecnologia, bancos e contas de pagamento costumam oferecer um processo cada vez mais rápido e digital na abertura de contas. No entanto, é necessário que estas empresas tenham cuidados para minimizar a abertura de contas laranjas”, afirma Marcus Cairrão, CEO da IAUDIT Tecnologia, empresa especializada em ferramentas de checagem.

Para auxiliar os bancos, o especialista recomenda Background Check, um sistema de antecedentes que utiliza Nome e CPF (ou Razão Social e CNPJ) para avaliar informações cadastrais que indicam riscos ao negócio da empresa.

background check auxilia de forma rápida, através da tecnologia de API, e permite que os dados de abertura de conta sejam checados antes de ser utilizada com movimentações bancárias”, garante.

No entanto, Cairrão comenta que, em alguns casos, o “laranja” também pode ser uma vítima dos criminosos.

“Existem diversos golpes e costumam criar mais a cada dia. Alguns acabam roubando dados de inocentes e abrindo contas sem o consentimento da vítima, o que dificulta o trabalho dos bancos e checagens já que os dados da vítima podem não apresentar inconsistências”, explica ele.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.