Amazonas inicia aplicação de dose de reforço contra a covid-19 para adolescentes, a partir desta terça-feira

Em Manaus, a lista com endereços e horários dos pontos de vacinação no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) ou nas redes sociais da secretaria no Instagram, e no Facebook

O Amazonas tem 226.564 mil adolescentes, com idade entre 12 a 17 anos, aptos para receber a aplicação da dose de reforço contra a covid-19. Em Manaus, a Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) inicia, nesta terça-feira (31/05), a aplicação da dose de reforço, nos adolescentes que tomaram a segunda dose há quatro meses ou mais.

Em todo o estado do Amazonas, são 226.564 mil adolescentes, com idade entre 12 a 17 anos, aptos para receber a aplicação da dose de reforço contra a covid-19.

A dose foi recomendada pelo Ministério da Saúde e está disponível, a partir desta terça-feira nas unidades básicas de saúde coordenadas pelas secretarias municipais de saúde, em todos os municípios do estado. 

Na capital, amazonense, a lista com endereços e horários dos pontos de vacinação no site da Semsa (semsa.manaus.am.gov.br) ou nas redes sociais da secretaria (@semsamanaus no Instagram, e Semsa Manaus no Facebook).

De acordo com a subsecretária de Gestão da Saúde da Semsa, Aldeniza Araújo de Souza, 163.507 jovens de 12 a 17 anos já tomaram a segunda dose. Desse total, 132.003 estão dentro do intervalo para receber a dose de reforço.

“Quem atingiu o intervalo de quatro meses já poderá buscar a dose de reforço, ou terceira dose, em um dos pontos de imunização distribuídos em todos os Distritos de Saúde (Disa) da cidade, que funcionam de 9h às 16h”, informa.

“Os adolescentes imunossuprimidos já vinham tomando a terceira dose desde fevereiro deste ano, e agora essa vacina está aberta para todas as pessoas que integram essa faixa etária, desde que respeitem o prazo preconizado pelo Ministério da Saúde. Adolescentes gestantes e puérperas também podem receber o reforço”, ressaltou a subsecretária.

Os adolescentes devem estar acompanhados dos pais ou responsáveis nos locais de imunização, portando documento de identidade com foto e cartão de vacina.

A terceira dose, de acordo com Aldeniza, também pode ser tomada por adultos imunossuprimidos que tomaram a segunda dose há pelo menos 28 dias; pessoas com 18 anos ou mais que tomaram a segunda dose há pelo menos quatro meses; e idosos de 60 anos ou mais que receberam a segunda dose há três meses ou mais.

A diretora-presidente da FVS-RCP, Tatyana Amorim, destaca a importância de os adolescentes manterem o esquema vacinal atualizado contra a covid-19, incluindo a dose de reforço.

“É um grupo importante, são os adolescentes que receberam a segunda dose há quatro meses e estão aptos para tomar o reforço”, ressalta Tatyana.

“A vacinação contra a covid-19 é a principal ferramenta de controle da disseminação do vírus no estado, visando a proteção individual e coletiva. A dose de reforço deve ser preferencialmente com vacina Pfizer, podendo ser utilizada também com o imunizante da CoronaVac. Adolescentes grávidas e puérperas devem tomar reforço com Pfizer”, recomenda a coordenadora estadual do PNI, Izabel Nascimento.

Quem deve se vacinar

1ª Dose: Quem tem mais de 12 anos e ainda não iniciou o esquema vacinal. É obrigatório que o menor de idade esteja acompanhado por um responsável maior de 18 anos.

2ª Dose: Quem tomou a 1ª da vacina e já se encontra no prazo da 2ª dose:

AstraZeneca (28 dias), Coronavac (28 dias), Pfizer (21 dias) e Janssen (2 meses).

3ª Dose: Adolescentes de 12 a 17 anos imunossuprimidos que tomaram a 2ª dose há dois meses ou mais;

Pessoas a partir de 12 anos que tomaram a 2ª dose há 4 meses ou mais;

Pessoas a partir de 60 anos que tomaram a 2ª dose há 3 meses ou mais;

Imunossuprimidos que tomaram a 2ª dose há 28 dias ou mais;

4ª Dose: Imunossuprimidos que tomaram a 3ª dose há 4 meses ou mais;

Pessoas a partir de 50 anos que tomaram a 3ª dose há 4 meses ou mais;

Trabalhadores da saúde que tomaram a 3ª dose há 4 meses ou mais.

Foto: Jaqueline Macedo/FVS-RCP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.