Cigás projeta a construção de mais 133 quilômetros de rede de distribuição de gás natural em Manaus

Companhia conta com mais de 10 mil unidades consumidoras, entre eles, indústrias do PIM, principais shoppings centers da cidade, supermercados, condomínios e Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz

Alinhada aos esforços impetrados para o fortalecimento do mercado de petróleo e gás natural no estado, a Companhia de Gás do Amazonas (Cigás) planeja investir R$ 178 milhões no avanço da infraestrutura de rede de gasodutos canalizado até 2026. Este planejamento prevê a construção de mais 133 quilômetros de rede de distribuição de gás natural.

Esta iniciativa da Companhia de Gás do Amazonas está em consonância com o debate que marcou o lançamento do Fórum Amazonense de Petróleo e Gás Natural, uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti) e outras entidades, realizado no dia 10 de maio, em Manaus.

Atualmente, a Companhia conta com mais de 10 mil unidades consumidoras dos segmentos termelétrico, industrial, veicular, comercial, residencial e autogeração/liquefação. As maiores indústrias do parque fabril de Manaus (60 no total), os principais shoppings da cidade, restaurantes, academias, lavanderias, supermercados, uma série de condomínios residenciais, o Hospital e Pronto-Socorro Delphina Aziz e postos de combustíveis já usufruem da série de benefícios gerados pelo uso do gás natural (GN) distribuído pela Cigás.

“Com este arrojado plano de investimento, a Companhia de Gás do Amazonas planeja mais que duplicar o número de unidades consumidoras beneficiadas até 2026 e ultrapassar a marca de 24 mil, um grande feito considerando que a Cigás é uma das distribuidoras de gás natural mais jovens do País, com apenas 11 anos de operação comercial”, frisa o diretor técnico-comercial da Companhia, Clovis Correia Junior.

Desde o início de sua operação comercial até o ano passado, a Companhia totaliza significativos R$ 642 milhões em investimentos (em valores corrigidos), no mercado de gás natural do Amazonas. Atualmente, a rede de distribuição da Companhia possui 182 quilômetros.

O montante de todo o recurso utilizado em seus investimentos na rede de distribuição é oriundo da própria Companhia. O planejamento, para realização destes investimentos, é fundamentado em estudos de viabilidade econômica e de prospecção de potenciais consumidores para nortear a ampliação de sua atuação. 

Desempenho e ganho social

Em 2021, a Cigás atingiu recorde histórico de volume comercializado – média de 5,2 milhões de metros cúbicos por dia (m³/dia). Os resultados alcançados pela Cigás, ao longo dos anos, têm contribuído com a arrecadação de tributos estaduais pela cadeia de gás natural no Amazonas.

No ano passado, a cadeia arrecadou R$ 614,5 milhões em Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). Este recurso pode ser aplicado em áreas prioritárias, como Educação, Saúde e Segurança. Além da capital, o gás natural da Cigás também beneficia os municípios de Anamã, Anori, Caapiranga, Coari, Codajás e Silves.

Fórum Amazonense

Criado para ordenar, articular e apoiar as ações das organizações que atuam no setor, o Fórum Amazonense de Petróleo e Gás Natural atuará para desenvolver a cadeia de valor de petróleo e gás natural.

O diretor técnico-comercial da Companhia ressalta o apoio da Cigás à iniciativa, por considerar o caminho mais adequado para a modernização do mercado de petróleo e gás natural no Amazonas.

Fotos: Divulgação/Secom

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.