Codam avalia projetos com previsão de R$ 2,8 bilhões em novos investimentos e mais de 1,6 mil empregos

Ao todo, a pauta da 295ª do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas reúne 37 projetos industriais, sendo 13 de implantação, 23 de diversificação e um de atualização

Acontece nesta quarta-feira (20/04), a 295ª Reunião Ordinária do Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam), que irá avaliar o volume de cerca de R$ 2,8 bilhões em projetos de investimentos voltados para o Estado. A reunião é organizada pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação (Sedecti).

Ao todo, a pauta contará com 37 projetos, sendo 13 de implantação, 23 de diversificação e um de atualização. Com a aprovação dos projetos, a previsão é de criação de 1.668 novos postos de empregos, sendo 1.396 de mão de obra direta (produção), 272 de mão de obra administrativa, além de 500 outros postos que serão remanejados para os próximos três anos.

Em comparação com a última reunião (294ª), ocorrida em fevereiro deste ano, o Codam registrou um crescimento no volume de investimentos, saindo de mais de R$ 705 milhões para o montante de R$ 2,8 bilhões – uma variação positiva de 292%, dado que sinaliza o resultado de recuperação econômica em tempos de crise sanitária provocada pela pandemia da covid-19.

A 295ª Reunião Ordinária do Codam será a primeira a ser presidida pelo novo secretário da Sedecti, Angelus Figueira que, na oportunidade, representará o governador Wilson Lima, que é o presidente do Conselho. O secretário convidou segmentos diversificados do setor econômico para participarem da reunião, além de entidades de classes profissionais, autoridades parlamentares e outras classes de interesse.

“Por orientação do governador Wilson Lima, estamos convidando todos os segmentos econômicos para unirmos esforços, buscando alternativas desenvolvimentistas em potenciais setores alternativos ao Polo Industrial de Manaus (PIM). A Sedecti deverá intensificar o seu papel catalisador de criação de condições adequadas e favoráveis, através do suporte de encaminhamento da viabilidade técnica qualificada e econômica, sustentada pelo assertivo   enquadramento a legislação de incentivos e potencialidades regionais”, enfatizou Angelus Figueira.

Destaques

Os destaques da 295ª Reunião do Codam são da empresa Tec Toy, que apresentou o maior investimento da pauta com mais de R$ 2 bilhões e mão de obra projetada de 413 novos postos de trabalho. A empresa Comércio e Indústria de Pneus da Amazônia vem em segundo lugar em volume de investimento com o projeto de R$ 374 milhões. A mão de obra projetada é de criação de 605 novos postos de trabalho.

A Digitron da Amazônia vem em terceiro lugar, com o projeto de R$ 34 milhões e previsão de criação de 81 novos postos de trabalho. A Norpolim Nordeste Polímeros Indústria e Comércio de Termoplásticos apresentou o projeto avaliado em R$ 52 milhões e previsão de criação de 69 novos postos de emprego. Enquanto a empresa ACC Brasil de Computadores submeteu o investimento de aproximadamente R$ 37 milhões. A previsão é da criação de 15 novos postos diretos de trabalho.

O Conselho de Desenvolvimento do Estado do Amazonas (Codam) é um órgão colegiado, vinculado ao gabinete do Governador do Estado, tendo o governador como presidente e o secretário da Sedecti, como vice-presidente.

 O calendário anual, resoluções e as pautas das Reuniões do Codam estão disponíveis no site da Sedecti (www.sedecti.am.gov.br), na aba Codam.

Fotos: Arquivo/Secom e Arte/Sedecti

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.