Alunos de Enfermagem vão a campo orientar população indígena sobre doenças hídricas e coleta de lixo

Acadêmicos da Universidade Nilton Lins estiveram na aldeia Tururukari, da etnia Kambeba, localizada no quilômetro 43, da estrada Manoel Urbano, em Manacapuru, região metropolitana

Saneamento básico e a importância dos cuidados com a água e com a coleta do lixo para evitar a contaminação e a transmissão de doenças serão alguns dos temas que serão abordados pelos os alunos do 2º Período do curso de Enfermagem, do campus Manacapuru da Universidade Nilton Lins, neste sábado (16/04), durante visita que farão a aldeia Tururukari, da etnia Kambeba, localizada no quilômetro 43, da estrada Manoel Urbano, em Manacapuru.

Esta será a segunda ação realizada pela unidade da Nilton Lins junto aos indígenas do município este ano.  No último mês, os universitários também estiveram na aldeia Sahu-Apé, levando orientações para os moradores, e outras atividades estão previstas para acontecer neste semestre.

O acesso para a aldeia Tururukari é feito somente por via fluvial e além das palestras, também estão previstas apresentações de cantos, danças tradicionais e exposição de artesanato produzido pelos indígenas.

No sábado, 23 de abril, os acadêmicos da Universidade Nilton Lins, realizarão na “Terra da Ciranda”, uma grande ação social com atendimentos abertos ao público em 10 especialidades médicas, no campus da instituição localizado na avenida Manoel Urbano, 326, na região central da cidade.

Com a participação de professores e estudantes dos cursos de graduação, serão empreendidas palestras e ações na área jurídica, odontológica, psicológica e de Ciências Contábeis por meio do projeto ‘Plantão do Imposto de Renda’, com orientações e esclarecimentos sobre a declaração do IR 2022 para a comunidade.

Também serão realizadas atividades de Educação Física (recreações para público infantil e alongamento para a terceira idade) e Enfermagem (avaliação de sinais vitais, encaminhamentos e administração de imunobiológicos, entre outros), além de palestras educativas sobre o calendário vacinal, monitoramento pós-covid-19 e planejamento reprodutivo.

A programação em Manacapuru também inclui ações dos cursos de Farmácia (realização de tipagem sanguínea e glicemia), Fisioterapia (terapias manuais), Fonoaudiologia (avaliações audiológicas) e Nutrição (orientações nutricionais e medidas antropométricas).

Todas as atividades são abertas e gratuitas para toda a população de Manacapuru.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.